Untitled Document
Untitled Document
Reitoria
Graduação
Pós-Graduação
Serviços
Biblioteca
Estrutura
Localização
Vestibular
Medicina
Jogos
Empresa Júnior
 







 
Untitled Document Untitled Document
Participantes definem viagem à NASA como experiência incrível
Dez pessoas ligadas ao UniSALESIANO participaram de evento tecnológico nos EUA
 
27/10/2017 - 18h - D.C.

Depois de uma semana intensa de aprendizado e troca de experiências, os dez profissionais que viajaram aos Estados Unidos para participar da jornada “Innovation Tech Week Draft”, no Kennedy Space Center – NASA, voltaram ao Brasil revigorados.

O grupo composto por professores, alunos e ex-alunos dos cursos de Engenharias do UniSALESIANO, permaneceu nos Estados Unidos entre os dias 8 e 14 de outubro com o objetivo de estabelecer parceria técnica, científica, cultural e comercial com a NASA e a BFCC (Brazil Florida Chamber of Commerce) – Câmara Brasil-Flórida de Comércio.

Confira abaixo o depoimento de alguns dos integrantes do grupo:
- Achei a visita uma experiência incrível em todos os sentidos, pois tivemos a oportunidade de conhecer a tecnologia, empreendedorismo e os costumes dos norte-americanos. Não sei como classificar o que mais me encantou, pois podemos conhecer desde o começo da história do programa espacial americano, passando por um momento de empreendedorismo conhecendo um espaço de coworking, até o lançamento de um foguete; entre outras atividades que foram todas muito bem elaboradas pelos organizadores. Sou formado em Engenharia da Computação no UniSALESIANO e atualmente curso Engenharia Civil na mesma instituição. Também fiz uma pós-graduação no UniSALESIANO em “Redes, Conceitos, Estruturas e Segurança”. Como estávamos em uma feira de tecnologia, em me apresentava como engenheiro da computação, mas que estava participando do programa educacional como estudante de engenharia civil. Uma das empresas em que estive conhecendo, o representante me falou sobre a falta de profissionais no mercado de tecnologia e a procura por profissionais da área, então ele me entregou um panfleto apresentando a empresa e os dados para contato. Gostaria de aproveitar e agradecer ao UniSALESIANO por ter formado essa parceria, ao idealizador professor Rodrigo Simon, ao professor André Miyahara que contribuiu com o nosso dia a dia nos Estados Unidos e aos representantes da Brazil Florida Chamber of Commerce que produziram esse programa educacional. *William Seiji Inagaki Suda, 30 anos – Engenheiro de Computação e estudante de Engenharia Civil

- A viagem foi positiva em todos os aspectos. Meu objetivo maior, que se concentrava em conhecer a engenharia por trás do lançamento de um foguete, as tecnologias utilizadas pela NASA e as formas de ingressar no FIT (Flórida Institute Of Tecnology) para realizar uma especialização, se concretizou. Tive a oportunidade de conversar com engenheiros que trabalham diretamente na NASA ou que trabalharam no lançamento de foguetes. Foi uma experiência incrível poder ver foguetes reais, conhecer cada parte de sua estrutura e ainda tive a sorte de acompanhar o lançamento de um foguete que ocorreu na semana que estávamos lá; algo difícil de acontecer. Ainda sobre a NASA, também pude conhecer toda a sua história desde o início de lançamentos de foguetes, chegada do homem à lua e os desafios para o futuro. No FIT tive contatos com professores e alunos de diversas nacionalidades, conheci toda a estrutura da universidade que supera e muito ao que eu já imaginava. Ocorreu apresentação de trabalhos inclusive de dois ex-alunos e do professor Rodrigo Simon da nossa universidade. Pude fazer perguntas para os alunos de lá sobre os projetos e tecnologias que eles utilizam, sendo que dessas perguntas surgiram ideias para desenvolver trabalhos dentro do UniSALESIANO. Conheci o laboratório de engenharia da universidade, algo muito motivador e de orgulho para os alunos. Eles possuem uma estrutura incrível para o desenvolvimento dos trabalhos acadêmicos. Conheci um pouco mais da cultura dos EUA, lugares como Orlando, Miami e Melbourne, que ficaram marcados na minha vida. Agradeço a instituição por abrir as portas ao programa, espero que continue e incentive cada vez mais para que outros alunos também tenham essa oportunidade, que sem dúvida tem uma contribuição enorme para o futuro profissional e para a vida. Agradeço em especial ao professor Rodrigo Simon, que foi um dos idealizadores e atuou de forma brilhante mediante dificuldades enfrentadas e ao professor André Miyahara, que também apoiou todos os alunos durante a viagem, principalmente nas dificuldades com relação ao idioma. *Dieison Teixeira Soares, 30 anos, Policial Militar e estudante de Engenharia Mecânica.

- Na minha opinião esta oportunidade foi algo único tanto para minha vida profissional - pois lá foi possível nos conectar com diversas pessoas para fazer nosso networks – quanto para a minha vida pessoal devido ter aprendido uma nova cultura e apreciado pelo ponto de vista deles o mercado e a forma como eles veem os brasileiros. Além disso, recebemos diversos feedbacks de pessoas importantes referente ao nosso projeto e assim poderemos melhorá-lo. Em resumo vou levar esses dias que passei lá para o resto da vida como recordação e aprendizado. *Thais Marqui Guilherme, 23 anos, Suporte Técnico, formada em Engenharia Mecatrônica.

- De modo geral essa viagem teve um valor incomparável em relação ao nosso currículo, perspectiva de planos futuros. Mudou nossa mente, nosso modo de pensar, ampliou as possibilidades de trabalho no futuro mediante as novas metodologias apresentadas. Então isso tudo acaba ampliando nosso horizonte. Os planos que eu tinha ficaram pequenos diante do que eu vi que posso exercer no campo da engenharia. Para mim, foi muito gratificante poder ver o quanto a engenharia é fundamental para o desenvolvimento da espécie humana; ela é singular, única, claro que tanto quanto outras áreas de estudo, mas ela tem sido fundamental no desenvolvimento. Foi fantástico ver o quanto a engenharia está envolvida nessa questão de poder, no sentido de força e também no sentido de “eu consigo”, “eu consigo chegar à lua, a marte”. Impactante ver como o homem deseja e consegue realizar por meio da engenharia. Essa viagem foi um divisor de águas em minha vida. Isso não tem preço, todo esforço que tive na questão de arrecadar fundos, correr atrás para participar desse evento, foi, está e será recompensado. *Luiz Fernando Sanches Casati, 30 anos, Chefe de Oficina e estudante de Engenharia Mecânica.

- Tudo muito mágico. Poder participar de um projeto como esse é de um privilégio imensurável. Visitamos um museu da NASA, onde tem muitas peças e histórias; visitamos dois centros de Startups, onde inventores e investidores se reúnem para poder fazer um acordo de negócio, muito bacana esse lugar; visitamos um FabLab, que consiste num laboratório de experiências vivas que vão para o espaço; também o Kennedy Space Center NASA. Pudemos assistir um lançamento de um Foguete da SpaceX e na uma feira de tecnologia, onde um de nossos alunos recebeu um convite de ir trabalhar nos EUA. *Rodrigo Simon, professor de Engenharia e supervisor da viagem.

 
Untitled Document
 
 
 


Untitled Document
© 2003 - 2015 | Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium - Todos os Direitos Reservados eXTReMe Tracker